Shakes para emagrecer funcionam mesmo?



*Por Renata Rodrigues Oliveira
Essa é uma pergunta muito feita hoje em dia, principalmente pela pressa que os pacientes têm em perder aqueles quilos indesejáveis. A resposta não é muito simples não, mas vamos tentar.
Depende. Mas como assim depende? Depende devido a uma série de fatores. O primeiro deles é o seguinte: se você decidir que irá tomar shakes para emagrecer por toda a vida, com certeza irá perder peso. Mas, quem consegue ficar assim muito tempo? Poucos - pra não dizer ninguém...
Você tem que pensar a longo prazo. Se não reeducar os seus hábitos alimentares, quando começar a comer normalmente irá recuperar todos os quilos perdidos. Isso se der a sorte de não ganhar mais alguns.
Antes de tudo, e de também de ir na farmácia comprando qualquer shake, você precisa ter orientação de um nutricionista. Sabe por quê? Porque dependendo do caso (e cada caso é um caso) eles podem ser indicados e ajudar bastante em um processo de reeducação alimentar. Mas tudo com acompanhamento nutricional e a exata prescrição de qual produto e em qual horário você irá utilizá-lo.
Existem inúmeros produtos no mercado que prometem a perda de até 10kg por semana. Fuja das promessas milagrosas, elas podem ser muito perigosas e causar danos a sua saúde. Aprenda e ler os rótulos. Não é só o baixo valor calórico que conta no momento de escolher o shake adequado para você. Ele precisa ser rico em vitaminas, minerais e fibras, que irão te manter satisfeito por mais tempo. E tem mais: não precisa comprar o shake mais caro achando que ele é o melhor produto. Existem marcas muito acessíveis e com baixo preço que lhe trarão um resultado muito bom também.
Agora você deve estar se perguntando: qual produto eu devo escolher e qual refeição substituir, não é mesmo? Não é tão simples assim. Como eu disse acima, cada caso é um caso - e é mesmo. Cada pessoa tem uma necessidade e um estilo de vida diferente. Um exemplo disso é estar escrito na embalagem que o shake deve ser tomado no almoço. Vamos supor que você não almoça em casa e no trabalho não tem como prepará-lo. E aí? Como é que faz? Esse com certeza não é um horário bom para você.
Outro exemplo comum é a substituição do café da manhã. Vamos supor que você faz exercício físico pela manhã. Se o shake for insuficiente para suprir suas necessidades fisiológicas, você corre o risco de ter uma grande indisposição (aquela famosa tontura e fraqueza generalizada) e não conseguir terminar o exercício, prejudicando seu corpo e o resultado que você gostaria de ter com esse treino específico. É nesse momento que o papel da sua nutricionista se torna importante. Juntos, vocês irão encontrar alternativas e garantir um bom resultado final. Tente. Com certeza valerá a pena!
-------------------------------------------
*Renata Rodrigues de Oliveira é nutricionista especialista em Nutrição Clínica e Fisiologia do Exercício Avançada. Trabalha no Instituto Mineiro de Endocrinologia.