Já sei treinar, man!


Olá pessoal, esta noite quero falar sobre algo ouço na sala de musculação. A pauta de hoje fala a respeito dos seres superiores que frequentam a academia e acreditam que sacam de treinamento. Homens e mulheres que possuem certo tempo de frequência na academia e por acumularem horas de treinamento acreditam que são exímios "treinadores" e que conhecem o suficiente para prescrever exercícios de modo deliberado.

Escolher exercícios qualquer um escolhe, mas, prescrever exercícios é bem diferente. É necessário jogar conhecimentos de diversos campos em um caldeirão, e mexer essa mistura ouvindo o cliente falar dos objetivos, preferencias e receios.  Prescrever exercícios é colocar no caldeirão ingredientes como: anatomia, cinesiologia, biomecânica, biologia, patologia, fisiologia, fisiologia do exercício, treinamento desportivo, musculação, bioquímica, nutrição, lesões e, além destes e de outros que não citei, ainda devemos acrescentar doses consideráveis de empatia, coerência, bom senso, paciência e criatividade, muita criatividade.

Saibam que a maioria dos programas de treinamento fracassam, não por que você tem genética de lagartixa,  mas por quê são oferecidos estímulos inadequados, exemplificando, o cidadão diz que esta treinando para desenvolver a hipertrofia (aumento de massa magra) e, no entanto esta oferecendo estímulos de caráter de resistente.  E ainda me diz : Já sei treinar, man!

É por isto que insisto que treinamento é coisa séria e não existe receita de bolo, é claro que nós, profissionais da área, temos todo o suporte para montar o programa mais adequado pra você, e por isso que vamos paulatinamente oferecendo estímulos coerentes e observando os resultados, a resposta do nosso corpo frente a um estímulo é individual e, é por isso que o programa de musculação do Léo Santana não terá o mesmo efeito em você. 

Treino é apenas um treino, e só existe um resultado crônico que pode aparecer em apenas uma sessão de treinamento, lesão. A continuidade é fundamental para resultados superiores, e por isso o treinamento tem que ser pensado, montado, uma sessão após a outra, um passo de cada vez. O mais importante do treinamento é a ideia, a direção, o planejamento, por
que é este planejamento que irá tira-ló da condição atual e conduzi-ló ao objetivo maior.
  1. Volume, intensidade e densidade, 
  2. Sistemas, meios e métodos de treinamento 
  3. Avaliação, periodização e controle do treinamento
Se o resultado não aparece, alguma (as) dessas variáveis não esta alinhada. Todos estes itens devem estar orquestrados na mais perfeita harmonia para que o treinamento seja eficaz. Sem falar na escolha, ordem e progressão dos exercícios.

Agora eu te pergunto: Você sabe controlar tudo isso?! Eu acho que não. E no final das contas, me vem um "fulano todo torto" que acaba de fazer uma puxada sem direção no pulley alto, sentado de lado e utilizando apenas uma das mãos me dizendo: Já sei treinar, man! Daí eu pergunto: "E por que você não é grande?" E ele me responde: "Maior que isso?! quero não, Man!


Agora que você já sabe que de fato não sabe treinar , vou te dizer o que fazer. Clica na aba contato, e me liga! Man!




Nenhum comentário:

Postar um comentário