Aeróbico em Jejum



Você já deve ter percebido nas redes sociais a utilização da sigla AEJ (Aeróbico em jejum). Essa prática é bastante comum entre fisiculturistas, tem ganhado espaço na rotina de exercícios de pessoas comuns.

O  AEJ, é usado em programas de emagrecimento para auxiliar no decréscimo de gordura e, como o próprio nome já diz, consiste em realizar exercício em jejum, normalmente atividades aeróbia de baixa intensidade comumente realizadas pela manhã afim de aproveitar o jejum noturno.

Este tipo de intervenção, tem como justificativa o fato de que durante a noite, utilizamos os carboidratos como principal fonte de energia diminuindo seus estoques, com isso, quando o exercício é feito pela manhã, as reservas de carboidratos são totalmente (ou quase totalmente) utilizadas e assim entramos mais rapidamente na utilização de gorduras, o que contribuiria para o processo de emagrecimento.

Na teoria isto funciona bem, entretanto, na prática não é bem assim que acontece. Diversos estudos reconhecem que existe uma maior utilização relativa de gorduras, durante e alguns minutos após o treino realizado em jejum quando comparado com o estado alimentado, porém, esta diferença é tão pequena que tem pouca relevância para o emagrecimento.

Para finalizar, de acordo com os estudos atuais, o AEJ parece não ser um método eficaz de emagrecimento. Em algumas situações especias, se tratando de atletas, talvez este método possa ser justificado, pelo fato de que nesta categoria, qualquer ganho é fundamental devido a acirrada concorrência.  E se houver fatores de risco associados a doenças cardíacas, os prejuízos podem passar de perda de tempo para complicações na saúde. Melhor do que entrar na moda seguindo dicas de blogueiros sem competência profissional, é entrar em forma com um profissional qualificado! Mude seus hábitos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário